Zimbro

Nome científico: 
Juniperus communis L.
Sinonímia científica: 
Juniperus communis subsp. hemisphaerica (J.Presl & C.Presl) Nyman
Família: 
Cupressaceae
Partes usadas: 
Folhas, frutos, cascas.
Princípio ativo: 
Óleo essencial contendo pineno, borneol, canfeno, cadineno, cânfora e cariofileno. Ácidos glicólico e glicérico.
Propriedade terapêutica: 
Antisséptica, hipoglicêmica, rubefaciente, antifúngica, antirreumática, diurética, aperiente, tônica.
Indicação terapêutica: 
Urolitíase, edema, hipertensão arterial, reumatismo, gota, micoses superficiais, dores reumáticas, neuralgias.

Nome em outros idiomas

  • Inglês: juniper, common juniper
  • Espanhol: enebro
  • Francês: genièvre
  • Alemão: gemeiner wachholder
  • Italiano: ginepro

Origem
Nativo de parte da América do Norte, norte do México, Eurásia, Argélia, Marrocos, Nepal e Paquistão.

Descrição
Zimbro é um arbusto grande, atinge 1 a 2 m de altura, mas se deixar crescer torna-se uma árvore de vários metros. 
Possui espessa ramificação, folhas aciculadas (em forma de agulhas longas) e lineares.

A planta floresce na primavera. As flores são verdes pálidas, pouco chamativas. Os frutos são bagas, quando maduros apresentam coloração violeta azulada escura, tornando-se carnudos e consistentes, com sabor adocicado, resinoso, semelhante ao da canela. 

Uso popular e medicinal
Para fins medicinais interessam as folhas, frutos e cascas.

Pode-se extrair um óleo essencial em quantidades não superiores a 2% que contém pineno, borneol, canfeno, cadineno, cânfora e cariofileno. Esse óleo tem propriedade diurética significativa, reforçada pela presença de ácidos glicólico e glicérico. Outras propriedades atribuidas são antisséptica e e hipoglicêmica.

Em uso externo é rubefaciente, antifúngica e antirreumática. Contém um princípio amargo aperiente e tônico. As propriedades diuréticas das bagas de zimbro são aproveitadas em casos de urolitíase (cálculo renal), edema, hipertensão arterial, reumatismo e gota.

Pode ser localmente aplicado em micoses superficiais, dores reumáticas e neuralgias.

O óleo essencial pode exercer ações tóxicas sobre os rins devido a presença de substâncias nefrotóxicas. Por esta razão, zimbro é totalmente contraindicado para pessoas com problemas de rim e mulheres grávidas.

 Dosagem indicada

Infusão. 20 g de zimbro por litro de água. Tomar 3 copos ao dia.

Essência. 1 ou 2 gotas de essência 3 vezes por dia, em um pouco de açúcar ou em de diluição alcoólica.

Elixir. Colocar 75 g da baga de zimbro em vinho branco de boa qualidade, durante 7 dias. Passado o tempo, filtrar e engarrafar o líquido. Tomar 3 xícaras ao dia.

Alcoolatura para fricção. Macerar por 10 dias 10 g de bagas trituradas em 100 g de álcool 60º. Passado o tempo, filtrar o álcool e engarrafar com tampa de vidro esmerilhada. Este preparado é excelente para friccionar as partes afetadas pela dor reumática.

Outros usos
Zimbro é usado como aromatizante de alimentos e bebidas (chá, gin). A semente torrada é um substituto do café. A madeira é de textura fina, durável e avermelhada, porém sem valor comercial. Pode ser utilizada como combustível (toletes em fogões e lareiras).

A madeira tem notável capacidade de resistir à deterioração e insetos, mesmo quando exposta ao solo. Dá bom rendimento de alcatrão, o que a torna excelente conservante de madeira. 

A planta é bem valorizada como ornamental. Proporciona uma boa cobertura do solo até mesmo em locais de pedra ou areia. Na reabilitação de locais perturbados, zimbro tem baixo valor para projetos de curto prazo, mas moderado a elevado valor para projetos de longo prazo. 

Zimbro também pode ser usado como repelente de insetos e na indústria de cosméticos.

 Referências

  1. Enciclopedia de Plantas Medicinales
  2. Food and Agriculture Organization of the United Nations (FAO): Juniperus communis - Acesso em 22/2/2015
  3. Imagem: University of British Columbia Botanical Garden (Author: Daniel Mosquin) - Acesso em 22/2/2015
  4. The Plant List: Juniperus communis - Acesso em 22/2/2015

GOOGLE IMAGES de Juniperus communis - Acesso em 22/2/2015
 

Galeria: