Sete-sangrias

Nome científico: 
Cuphea carthagenensis (Jacq.) J.F.Macbr.
Sinonímia científica: 
Cuphea balsamona Cham. & Schltdl.
Família: 
Lythraceae
Partes usadas: 
Toda a planta
Constituintes (princípios ativos, nutrientes, etc.): 
Mucilagens, resina, óleo essencial, pigmentos flavonóides.
Propriedade terapêutica: 
Hipotensora, depurativa, diurética, diaforética, antissifilítica.
Indicação terapêutica: 
Hipertensão arterial, arritmias cardíacas, tosse de cardíacos, arterosclerose, combate o enrijecimento das paredes das artérias, afecções da pele como psoríase e eczemas, redução do colesterol, auxilia a eliminação de ácido úrico.

Nome em outros idiomas

  • Inglês: Colombian waxweed

Origem

Nativa em toda a América do Sul

Características gerais
Planta herbácea, atinge de 20 a 60 cm de altura, caule revestido por pelos glandulares vermelhos. As folhas verdes, simples, são opostas, com pecíolo curto e piloso na fase inferior. Flores pequenas de cor rosa arroxeada. Fruto em cápsula. Reproduz-se por sementes, preferindo solos úmidos e arenosos. Floresce o ano todo, tendo seu auge nos meses de junho e julho.

É considerada erva daninha pela facilidade com que se espalha.

Pode ser colhida em qualquer época do ano. Mais comum nos Estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro, Paraná, Santa Catarina e Goiás.

 Atenção
A Cuphea carthagenensis é a planta originalmente conhecida como sete-sangrias. Há uma confusão com outra espécie Symplocos platyphylla (Pohl) Benth., da família Symplocaceae, conhecida como "sete-sangrias de árvore".

 Receitas populares
Contra pressão altaFerva 200 ml (1 xícara) de água e jogue sobre uma colher (sobremesa) de planta seca (folhas e flores); cubra e deixe por cerca de 10 minutos; coe e beba três xícaras ao dia. Não adoçar. Observação: se usar o caule, deixe ferver por 5 minutos junto com a água.

Contra psoríase e problemas de pele. Ferva uma colher (sopa) de planta seca picada em 100 ml (meia xícara) de leite, durante 5 minutos; cubra, deixe amornar e coe. Faça compressas com gaze ou com algodão, 2 a 3 vezes ao dia. Paralelamente, tome o chá como depurativo.

Tosse de cardíacos. Ferva 250 ml de água e jogue sobre uma colher (sopa) de planta seca; cubra e deixe amornar por 10 minutos; coe e adicione 1 xícara de açúcar; leve ao fogo brando, mexendo até dissolver o açúcar. Tome 1 colher (sopa) 3 vezes ao dia.

Uso alimentar
Desconhecido

Curiosidade
Segundo a teoria das assinaturas, em que as plantas apresentam semelhanças com as partes do corpo sobre as quais atuam, o caule da sete-sangrias é avermelhado, lembrando os vasos sanguíneos. Esta planta é conhecida como sendo sete vezes melhor do que uma sangria, daí a origem do nome.

Espécies descritas como ornamentais

  • Cuphea melvilla Lind. (Minas Gerais, Brasil)
  • Cuphea hyssopifolia (México e Guatemala)
  • Cuphea ignea A. DC (México)
  • Cuphea ilavea (Estados Unidos)

 Contra-indicações
Não deve ser tomada por crianças.

 Referências

  • CARIBÉ, J.; CAMPOS, J. M. Plantas que ajudam o homem. Editora Cultrix / Pensamento,  São Paulo, 6ª ed., 1991, p.201.
  • FRANCO, L. L. As sensacionais 50 plantas medicinais + algas. Editora Lobo Franco, Curitiba, v. II, 2001, p.185-186.
  • GOMES, M. As plantas da saúde. Paulinas, São Paulo, 1ª ed., 2002, p. 265.
  • PANIZZA, S. Plantas que curam - cheiro de mato. IBRASA , São Paulo, 20ª ed., 1997, p. 187-188.
  • PIVA, M. G. O caminho das plantas medicinais. Ed. Mondrian, Rio de Janeiro, 2002, p. 218-219.
  • TESKE, M.; TRENTINI, A. M. M. Compêndio de Fitoterapia. Herbarium, Curitiba, 3ª ed., 1997, p. 260-261.
  • The Plant List
  • Imagens: FloraRS (fotógrafo Marlon Garlet Facco, 2011); Wikimedia Commons (Forest & Kin Starr)

 Colaboração

  • Débora Gikovate, Bióloga, Especialista em Plantas Medicinais, São Paulo (SP), janeiro de 2005.

GOOGLE IMAGES de Cuphea carthagenensis

Galeria: