Saponária

Nome científico: 
Saponaria officinalis L.
Sinonímia científica: 
Bootia saponaria Neck.
Família: 
Caryophyllaceae
Partes usadas: 
Rizomas, raízes e partes aéreas (em menor escala).
Constituintes (princípios ativos, nutrientes, etc.): 
Saponinas, mucilagens, resina, óleo essencial, ácido glicólico, ácido glicérico.
Propriedade terapêutica: 
Depurativa, diurética, sudorífera, expectorante (auxilia a eliminação de catarro das vias respiratórias superiores), colerética, antiglogística, antibiótica, hipocolesterolêmica.
Indicação terapêutica: 
Artrite, gota, reumatismo. Como expectorante em casos de bronquite. Externamente pode ser usada para lavar eczemas e diversas afecções cutâneas. Pode ser indicado, externamente, para o tratamento de lepra.

Nomes em outros idiomas

  • Alemão: Seifenkraut
  • Espanhol: Saponaria, hierbade bataneros, japonera
  • Francês: Saponaire officinale
  • Inglês: Soapwort, bouncing bet, soapwood, soap root, latherwort, dog cloves, crow soap

Outra espécie

  • Saponaria ocymoides L.

Origem
Regiões mediterrâneas e atualmente Europa, América do Norte, Ásia.

Características gerais
Planta com 30 a 60 cm de altura, folhas verde-claras, ovais ou lanceoladas, glabras (sem pelos), sabor levemente amargo e desagradável.

Flores cor-de-rosa e brancas (quanto mais à sombra a planta cresce, mais pálidas se tornam suas flores), reunidas em uma espiga apical, com cheiro agradável.

Caules eretos, cilíndricos, dilatados nos nós, robustos e avermelhados. Cresce à beira dos caminhos e próximo a rios, até 1.600 m de altitude. A época de floração é o verão.

Tanto as partes aéreas quanto as raízes, devem ser coletadas à tarde, quando há maior concentração de princípios ativos. As folhas devem ser coletadas no verão antes da floração, durante o primeiro ou segundo ano de vida.

 Atenção. Esta espécie é confundida com outras:

 Receitas populares
Confere beleza à pele se feita uma infusão com agrião, centáurea e saponária.

Sua decocção (chá onde a planta é fervida por alguns minutos) libera uma água saponácea que é um excelente xampu.

Contra alergias da pele. Ferva duas colheres (sopa) de raízes picadas em uma xícara de chá de água por 5 minutos. Tampe e deixe esfriar. Aplique em compressas.

Contra gota, artrite e reumatismo. Ferva uma colher (sopa) de raízes picadas por 5 minutos, em uma xícara de chá de água. Tome duas xícaras de chá ao dia, uma pela manhã e outra à noite.

Como expectorante. Deve ser usada uma colher de sobremesa do decocto a cada duas horas. A média diária é de 30 a 50 mg de extrato seco.

Uso alimentar
Não foi encontrado na bibliografia consultada

Um pouco de história

Hipócrates mencionou os rizomas de saponária quatro séculos antes de Cristo. Já nesta época era um remédio usado pela medicina. Diz-se que a planta pulou a cerca dos jardins mediterrâneos onde antigamente era cultivada, vagou pelas margens dos rios e invadiu a Europa.

 Toxicidade
O uso interno deve ser feito com cautela, devido à presença de saponinas (marcador farmacológico). Em grande quantidade, irrita a mucosa gástrica, é citotóxica e emética.

 Colaboração

  • Débora Gikovate, Bióloga, Especialista em Plantas Medicinais, São Paulo (SP), março de 2005.

 Referências

  • GOMES, M. As plantas da saúde. Paulinas, São Paulo, 1ª ed., 2002, p. 262
  • GRUENWALD, J., BRENDLER, T., JAENICKE, C. et al.. P D R for Herbal Medicines - The Information Standard for Complementary Medicines. Thomson Medical Economics at Montvale, 2ª ed., 2000, p. 701-702.
  • HOFFMANN, D. The complete illustrated Holistic Herbal. Barnes & Noble Books, Nova York, 1996, p. 140.
  • MORGAN, R. Enciclopédia de ervas e plantas medicinais. Hemus Editora Ltda., São Paulo, 8ª ed., 1997, p. 157.
  • Plantas que curam - a natureza a serviço de sua saúde. Editora Três, São Paulo 2001, v. 35, p. 434-435.
  • Segredos e Virtudes das Plantas Medicinais. Reader´s Digest Livros, Rio de Janeiro, 1ª ed.revisada, 2001, p. 284.
  • The Plant List
  • Imagens: fr.academic.ru, Aphotoflora, Missouri Botanical Garden

GOOGLE IMAGES de Saponaria officinalis

Galeria: