Ora-pro-nobis

Nome científico: 
Pereskia aculeata Mill.
Sinonímia científica: 
Cactus lucidus Salisb.
Família: 
Cactaceae
Partes usadas: 
Folha.
Constituintes (princípios ativos, nutrientes, etc.): 
Proteínas, lisina, vitaminas A, B e C, cálcio, fósforo, ferro, magnésio.
Propriedade terapêutica: 
Emoliente.
Indicação terapêutica: 
Planta valiosa pelo alto teor nutritivo. Na medicina popular é empregada externamente como emoliente.

 Esta espécie é considerada Planta Alimentícia Não Convencional.

Esclarecimento
Há uma outra espécie também conhecida como ora-pro-nobis, cactos-rosa ou quiabentoPereskia grandifolia, com as mesmas características da P. aculeata, embora esta seja considerada por muitos como a "verdadeira ora-pro-nobis".

Origem
Nativa da região que vem desde a Flórida (EUA) até o Brasil.

Nomes em outros idiomas

  • Espanhol: ramo de novia (Cuba), guamacho (Venezuela), bugambillia blanca (México)
  • Inglês: barbados gooseberry, lemon vine, tsunya, perescia
  • Francês: groseillier des barbades

Descrição
Trata-se de uma trepadeira que apresenta folhas suculentas e comestíveis, cuja forma lembra a ponta de uma lança. Seus ramos têm crescimento vigoroso e são repletos de espinhos, por isso é usada com sucesso como uma cerca-viva.

Do ponto de vista ornamental, "ora-pro-nobis" apresenta uma florada generosa que ocorre entre os meses de janeiro a abril, porém efêmera, dura apenas um dia. Uma outra característica interessante é que suas flores são muito perfumadas e melíferas, tornando o seu cultivo indicado também aos apicultores.

Após a floração, ora-pro-nobis produz frutos em forma de pequenas bagas amarelas e redondas entre os meses de junho e julho. E aí vem um ponto importante a ser observado: nem todas as variedades desta planta são comestíveis; apenas as que têm flores brancas, com miolo alaranjado e folhas pequenas.

Vejam interessante vídeo produzido pela Mi Jardincito MX.

Uso popular e medicinal
As folhas do ora-pro-nobis, desidratadas, contém 25,4% de proteína; vitaminas A, B e C; minerais como cálcio, fósforo e ferro. É uma planta que merece atenção especial por seu alto valor nutritivo e facilidade de cultivo, inclusive doméstico.

Curiosidade
Com elevados teores de proteína, ora-pro-nobis (do latim "rogai por nós") é popularmente chamada de "carne-de-pobre" pelo potencial de consumo principalmente na agricultura familiar de baixa renda.

Por apresentarem fácil digestão, as folhas da planta podem ser usadas de diversas formas. Uma boa alternativa é triturá-las com água no liquidificador e juntar à massa do pão, acrescentando ao alimento mais nutrientes e uma atraente cor verde. O mesmo pode ser feito com a massa de macarrão. As folhas podem também enriquecer saladas, refogados, sopas, omeletes, tortas ou mesmo dar mais riqueza ao nosso velho arroz-com-feijão.

O cultivo mecanizado e o processamento industrial do ora-pro-nobis poderiam representar uma revolução nos recursos alimentícios da humanidade. No entanto, essa planta é pouco conhecida. Ela poderia integrar planos de governo na recuperação de áreas degradadas e no combate à fome, mas os políticos são cegos para o que o povo precisa. Assim, enquanto o ora-pro-nobis não desperta interesse no plano governamental, o cultivo doméstico pode representar o primeiro passo para a abertura de uma nova alternativa para as regiões áridas.

Os estudos para o desenvolvimento genético dessa planta poderiam trazer grandes benefícios, mas enquanto isso não acontece, o ora-pro-nobis pode ser cultivado em jardins e quintais, onde suas propriedades nutricionais e ornamentais têm a oportunidade de ser exploradas.

Seu consumo é disseminado nas antigas regiões mineradoras do Estado de Minas Gerais (Brasil). No município de Sabará esta planta faz parte dos hábitos alimentares da população e das manifestações culturais com a realização anual do festival de ora-pro-nobis. 

Culinária: Pão verde

Ingredientes

  • 50 g de fermento para pão em tablete
  • ½ copo de água morna
  • ½ copo de água fria
  • 2 colheres (sopa) de margarina
  • 2 ovos inteiros
  • 1 colher (sopa) rasa de açúcar
  • 1 colher (sobremesa) de sal
  • 500 g de farinha de trigo 
  • 100g de folhas de ora-pro-nobis​

 

Modo de fazer
Dissolver o fermento juntamente com açúcar na água morna. Misturar em seguida os ovos, a margarina e o sal. Reserve. Colocar as folhas de ora-pro-nobis no liquidificador e bater com a água fria. 

Juntar aos ingredientes reservados, adicionando a farinha até que a massa comece a soltar das mãos. Sovar bem e deixar descansar até que dobre de volume. Dividir a massa em dois pães e colocar novamente para crescer. Levar para assar em forno já aquecido.

Outros usos
Além do consumo na culinária brasileira, as folhas de ora-pro-nobis são utilizadas na indústria alimentícia como complemento e aditivo alimentar.

 Colaboração

  • Sr. Olete Maia, Engenheiro Aeronáutico, Piracicaba (SP).

 Referências

  1. Revista Brasileira de Farmacognosia (2005): Estudo anatômico de folha e caule de Pereskia aculeata - Acesso em 24 de abril de 2016
  2. Manejo e conservação pós-colheita de Pereskia aculeata
  3. Globo Rural: Ora-pro-nobis - Acesso em 24 de abril de 2016
  4. Jardim de Flores: Ora-pro-nobis - Acesso em 24 de abril de 2016
  5. V Congreso Regional en Ciencias de los Alimentos (2003): Composición quimica y actividad antioxidante del fruto de Pereskia aculeata y elaboración de tres productos - Acesso em 24 de abril de 2016
  6. The Plant List: Pereskia aculeata - Acesso em 24 de abril de 2016

GOOGLE IMAGES de Pereskia aculeata - Acesso em 24 de abril de 2016

Galeria: