Morango-silvestre

Nome científico: 
Fragaria vesca L.
Sinonímia científica: 
Dactylophyllum fragaria Spenn.
Família: 
Rosaceae
Partes usadas: 
Raiz, folha, fruto.
Constituintes (princípios ativos, nutrientes, etc.): 
Óleos essenciais, taninos, flavona. Contém boas doses de vitamina C, iodo, ferro, cálcio, fósforo.
Propriedade terapêutica: 
Adstringente, diurética, laxante, tônica, depurativa
Indicação terapêutica: 
Febre, gota reumática, queimadura de sol, frieira, queixas do fígado e rins, diarreia, disenteria,

Nome em outros idiomas

  • Inglês: wild strawberry, woodland strawberry, Alpine strawberry, European strawberry
  • Francês: fraise des bois
  • Italiano: fragola di bosco

Descrição

Morango silvestre é uma planta herbácea da família da rosa, cultivada por seus frutos pequenos de aroma muito intenso.

As folhas recolhidas na base em pequenos aglomerados são trifoliadas, compostas (dois ou mais folhetos discretos), alternadas (uma folha por nó ao longo da haste), borda serrilhada. Flor radialmente simétrica, pequena, branca, com 4-6 pétalas, floresce no período de abril a julho, às vezes floresce novamente no outono. 

Fruto carnoso, contém muita água, de comprimento até 1,5 mm. O fruto é um pseudofruto (ou "fruto acessório", o termo mais aceito atualmente entre os botânicos): a parte carnuda, comestível, não corresponde ao ovário desenvolvido. Podem ser consumidos frescos ou secos.

Esclarecimento
O morango comercial cultivado em vários países é o Fragaria X ananassa (ou morango de jardim), um cultivar híbrido de duas espécies nativas das Américas: F. virginiana (América do Norte) e F. chiloensis, ocorre desde o Alasca, Califórnia e se estende para a América do Sul. Mas o híbrido parece ter se originado na Europa por volta de 1750, como um cruzamento acidental. Não apresenta propriedades medicinais. 

Esses morangos são consumidos como fruta fresca e são muito usados na culinária em tortas, bolos, sorvetes, geléias, conservas, mousses, sucos, doces e produtos de panificação. São também fermentados em vinho ou licor. O conhecido "Licor Fragoli" é servido como aperitivo bem gelado antes do jantar, misturado com vinho espumante, ou na sobremesa servido sobre sorvete de creme [2].

Uso popular e medicinal [1,3,4]

As folhas e os frutos são adstringente, diurético, laxante e tônico. As folhas são mais usadas, embora os frutos sejam excelente alimento para consumo em estados febris, além de serem eficazes no tratamento da gota reumática.

Uma fatia de morango é excelente quando aplicada externamente na pele queimada pelo sol. Um chá feito a partir das folhas é um tônico do sangue. É utilizada no tratamento de frieiras e também como lavagem externa sobre queimaduras solares.

As folhas são colhidas no verão e secas para uso posterior. Os frutos contêm ácido salicílico e são úteis no tratamento de queixas do fígado e rins.

As raízes são adstringente e diurética. A decocção é usada internamente no tratamento da diarréia e disenteria crônica.

Externamente é utilizada em gargarejos. As raízes são colhidas no outono e secas para uso posterior.

Como uma erva medicinal morango pode ser usado para aliviar desordens gastrointestinais e inflamação da boca.

Os ingredientes ativos na planta são óleos essenciais, taninos e flavona.

Contém boas doses de vitamina C, iodo, ferro, cálcio, fósforo.

São atribuidas ainda propriedade depurativa.

 Referências

  1. Plants for a Future: Fragaria vesca L. - Acesso em 25/1/2015
  2. Encyclopedia of Life: Fragaria x ananassa - Acesso em 25/1/2015
  3. Gobotany - Acesso em 25/1/2015
  4. Wikipedia: Fragaria vesca - Acesso em 25/1/2015
  5. Imagem: Crocus - Acesso em 25/1/2015
  6. The Plant List - Acesso em 25/1/2015

GOOGLE IMAGES de Fragaria vesca - Acesso em 25/1/2015

 

 

Galeria: