Ervas que auxiliam no tratamento de pedras na vesícula

 

Esse post foi motivado por um e-mail de uma assinante. A pessoa sofre de pedras na vesícula e estava em dúvida se fazia ou não a cirurgia para remoção das mesmas, o que acabou acontecendo. Mesmo assim vamos registrar algumas dicas.

Pedras na vesícula são problemas que merecem atenção e tratamento. É comum não existir apenas "uma" mas várias pedras, de tamanhos menores, que não aparecem em certos exames, somente naqueles com alto poder de detecção. Constituídas basicamente de gordura, essas pedras podem migrar para o pâncreas ou fígado através dos ductos de ligação. Não há um tratamento que remova a pedra, somente a intervenção cirúrgica.

Danos sérios podem ser causados, um deles é a pancreatite e outro é a obstrução do ducto do fígado. O que pode ser feito até decidir se faz ou não uma cirurgia de remoção da vesícula é uma dieta restritiva de gorduras. Deve a todo o custo evitar queijos amarelos, gorduras de carnes vermelhas, frango, embutidos, óleos, azeites etc.. Em resumo, evitar uma dieta hiperlipídica com quantidades aumentadas de gordura), minimizando assim o aumento de mais pedras e evitando outras consequências.

Algumas ervas que podem auxiliar na diminuição de niveis de colesterol no organismo são chá-verde, burututu, açafrão-da-terra, sete-sangrias, curcuma-zedoária, boldo-baiano e dente-de-leão.

Importante acrescentar em sua alimentação sucos verdes detox e também vegetais que ajudam a controlar o colesterol no sangue como cebola, repolho, alcachofra, couve-flor, brócolis, batata-yacon, suco de noni e frutas cítricas.

Algumas fontes de boas gorduras são bem-vindas para regular o colesterol ruim: abacate, nozes, amêndoas, chia e linhaça. E cuidado, ingerir moderadamente. O abacate por exemplo tem muita gordura.

 Colaboração: Ana Lúcia T. L. Mota, Bióloga, Especialista em Produtos Naturais (São Paulo, SP), 2017.