Copaíba

Nome científico: 
Copaifera officinalis L.
Sinonímia científica: 
Copaiba officinalis Adans.
Família: 
Leguminosae
Partes usadas: 
Óleorresina coletado nas cavidades internas do tronco da árvore.
Princípio ativo: 
Óleo essencial (30 90%), resinas, ácidos.
Propriedade terapêutica: 
Anti-inflamatório, cicatrizante.
Indicação terapêutica: 
Inflamações, tétano, tumores, infecção urinária, bronquite, doenças de pele, sífilis.

Nome em outros idiomas

  • Inglês: balsam of copaiba, gurjun balsam, jesuit's balsam

Origem
Brasil

Uso popular e medicinal [1]
O óleo de copaiba é muito empregado em Fitoterapia. A nossa espécie mais comum é a Copaifera officinalis, que ocorre na Amazônia. É anti-inflamatório e cicatrizante de feridas, principalmente das vias urinárias e pulmonares. Tem ação contra o bacilo de tétano e contra a herpes. 

Pesquisadores da Universidade Estadual de Maringá (UEM) investigaram a ação antimicrobiana das resinas de copaiferas contra bactérias, fungos dermatófitos e leveduras. Os resultados mostraram que o óleo produzido por C. martiiC. officinalis e C. reticulata têm ação sobre as bactérias Gram-positivas, as principais responsáveis pelas infecções hospitalares, sobretudo Staphylococcus aureus, que caracteriza-se pela capacidade de adquirir resistência aos medicamentos antibióticos.

Curiosidade
As propriedades medicinais do óleo de copaíba eram conhecidas pelos índios americanos, ao observarem animais esfregando-se nos troncos dessas árvores para curar feridas.

 Colaboração

  • Ricardo B. Buchaul, Engenheiro Agrônomo Sanitarista (São José dos Campos, SP)

 Referências

  1. Agência Fiocruz de Notícias (2008): Cientistas investigam a ação do óleo de copaíba contra diferentes microrganismos - Acesso em 2 de agosto de 2015
  2. Imagem: IBAMA
  3. Erbe: Copaiba - Acesso em 2 de agosto de 2015
  4. The Plant List: Copaifera officinalis - Acesso em 2 de agosto de 2015

GOOGLE IMAGES de Copaifera officinalis - Acesso em 2 de agosto de 2015

Galeria: