ALIMENTAÇÃO VIVA

O CANCER não tem como atuar em um corpo ALCALINO.

Minha esposa em 13/05/2013 foi diadnosticada com leucemia (cancer no sangue). Segundo os médicos da UNESP/BOTUCATU, o tratamento quimioterápico (drogas na veia) demoraria uns 9 meses (02/2013), e depois a manutenção mais dois anos. Em menos de 03 meses, com a alimentação viva, e fé no DEUS VIVO, esta curada. Não dei remedios.

Fui estudar outros meios de tratamento da doença, e após muita pesquisa cheguei a duas conclusões:

01) Quimioterapia só mata. Mata células ruins, e principalmente as células boas. Ocasionalndo em 50% dos casos a morte do paciente, e os que sobreviverem, outro cancer em um futuro breve.

02) ALIMENTAÇÃO VIVA, só dá vida para as células boas, eliminando as células ruins. Sem contra-indicação.

 

Com a alimentação viva, nosso corpo torna-se ALCALINO, onde 90% das doenças são curadas ou evitadas. Você já ouviu um médico falar sobre corpo alcalino ou ácido (corpo propicio para as doenças)?

Por que será que nunca ouviu? 

Veja a materia abaixo sobre alcanilidade e acidez do corpo, e reflita. Que seja seu alimento seu remedio. E seu remedio seu alimento:

 

Equilibrando alimentos ácidos/alcalinos

Um surpreendente número e variedade de problemas físicos e doenças pode ser causado pelo problema de alimentos que são produtores de acidez após a digestão.

Hoje a vasta maioria da população nas nações industrializadas sofre de problemas causados pelo estresse da acidose, porque tanto o estilo de vida moderno como a dieta promovem a acidificação do ambiente interno do corpo.

A atual dieta ocidental típica é largamente composta de alimentos formadores de ácidos (proteínas, cereais, açúcares). Alimentos promotores de alcalinidade como os vegetais são consumidos numa escala muito menor. Estimulantes como tabaco, café, chá e álcool são também extremamente acidificantes. O estresse e atividade física (tanto o insuficiente como o excessivo) também causam acidificação.

Muitos alimentos são alcalinizantes por natureza, mas alimentos processados(INDUSTRIALIZADOS) são na maioria acidificantes. É importante consumir pelo menos 60% de alimentos alcalinizantes em nossa dieta, para se manter a saúde. 

Precisamos abundancia de frutas frescas e particularmente vegetais (alcalinizantes) para equilibrar nossa necessidade de consumo de proteínas (acidificantes). 

Precisamos evitar alimentos processados, doces ou carboidratos simples, não apenas porque eles são acidificantes mas também porque eles elevam o índice de açúcar no sangue muito rápido (alto índice glicêmico, portanto engordam); além de serem pobres em nutrientes ainda podem ser intoxicantes.

 

Qual o pH do corpo?

A água é o composto mais abundante no corpo humano, 70%. O corpo contém uma gama enorme de soluções, as quais podem ser mais ácidas ou menos ácidas.

pH (potencial de Hidrogênio) é a medida da acidez ou alcalinidade de uma solução- a relação entre íons positivamente carregados (acidificantes) e íons negativamente carregados (alcalinizantes). O pH de qualquer solução é a medida de sua concentração de íons Hidrogênio.

Quanto maior o índice do pH, mais alcalino e mais rico em Oxigênio o fluido é. Quanto menor o pH, mais ácido e pobre em Oxigênio é o fluído. o pH varia de 0 a 14, sendo 7 o índice de neutralidade. Tudo acima de 7 é alcalino, e abaixo de 7 é considerado ácido.

O sangue humano deveria ser levemente alcalino (7,35 - 7,45). Abaixo ou acima dessa faixa significa sintomas e doença.
Se o pH do sangue se move para baixo de 6,8 ou acima de 7,8 as células param de funcionar e o corpo morre. O corpo portanto se esforça em equilibrar o pH. Quando esse equilíbrio é comprometido, muitos problemas podem ocorrer.

Uma dieta desequilibrada alta em alimentos acidificantes tais como proteínas, açúcar, cafeína e alimentos processados exerce uma pressão no sistemas de regulação do corpo para manter a neutralidade do pH. 
A estocagem extra requerida pode debilitar o corpo de substancias minerais alcalinas como sódio, potássio, magnésio e cálcio, fazendo a pessoa tender a ter doenças crônicas e degenerativas. 

Os minerais são "emprestados" de órgãos vitais e ossos para compensar (neutralizar) a acidez e remove-la com segurança do organismo.
Por causa desse esforço, o corpo pode sofrer danos severo e prolongado- uma situação que pode ocorrer sem detecção por anos.

 

Problemas de Saúde causados por acidose

Se você tem um problema de saúde, muito provavelmente está sofrendo de acidose. As pesquisas mostram que a menos que o pH do corpo esteja levemente alcalino, o corpo não pode auto curar-se. Assim, independente de que método que vc use para cuidar da saúde, ele não será eficaz enquanto seu pH não estiver equilibrado. Se seu pH não estiver equilibrado, você não pode, por exemplo, assimilar vitaminas, minerais e suplementos nutricionais. O pH de seu corpo afeta TUDO.

A acidose diminuirá a capacidade do corpo de assimilar minerais e outros nutrientes, diminuirá a produção de energia nas células, diminuirá a capacidade do seu organismo de reparar células doentes, diminuirá a capacidade do organismo de livrar-se de minerais pesados, auxiliará a reprodução de células de tumores, e fará o corpo mais susceptível de fadiga e doenças.

Um pH ácido pode ocorrer devido a uma dieta acidificante, estresse emocional, sobrecarga de toxinas, e/ou reações ao sistema imunológico ou qualquer processo que dificulte as células de absorver oxigênio ou outros nutrientes. O corpo tentará compensar o pH acídico usando minerais alcalinos. Se a dieta não contiver minerais suficientes para compensar, ocorrerá uma acidificação celular. 

 

Desintoxique com frutas e sucos de vegetais.

Todos os sucos de frutas e vegetais crus são alcalinizantes. (As frutas se tornam mais acidificantes se forem processadas e principalmente se adoçadas com açúcar refinado)

A ciência: Porque os ácidos limões são alcalinizantes?

A resposta é simplesmente porque quando o digerimos, ele produz um resíduo alcalino. Por isso o classificamos como alimento alcalino. Quando digerimos um alimento, este é quimicamente oxidado ("queimado") para formar água, dióxido de carbono e um composto inorgânico. A natureza alcalina ou ácida desse composto inorgânico que foi formado é que determina se o alimento é alcalinizante ou acidificante. Se o composto inorgânico contiver mais sódio, potássio ou cálcio, é classificado como alimento alcalino. Se contiver mais enxofre, fosfato ou cloro, é classificado como um alimento acidificante.

Que diferença faz ter sangue ácido (tóxico)?

Para seu corpo se manter vivo e saudável, ele mantém um delicado e preciso equilíbrio do pH do sangue em 7,365, o qual é levemente alcalino (acima de 7 é alcalino). O corpo faz tudo o que for necessário para manter esse equilíbrio. O problema é que as pessoas tem em geral estilos de vida incrivelmente acidificantes. Ácidos são produzidos no corpo sempre que você sente estresse, emoções negativas ou quando você consome alimentos acidificantes.

A dieta típica das pessoas é acidificante. O que ocorre quando seu corpo está mais ácido? Seu corpo armazena excesso de ácidos em células de gordura (por isso é tão difícil, para muita gente, perder peso). Com o tempo, seu corpo retira cálcio e outros recursos alcalinos dos ossos em uma tentativa desesperada de manter o equilíbrio do pH (essa é a razão pela qual as pessoas "encolhem" com a idade).

Seu sangue desempenha um papel importante em sua saúde e energia: ele carrega oxigênio para suas células! Isso lhe dá energia, e é o que o mantém vivo. O sangue também desempenha um papel chave no quão energizante seu sono será. 

O equilíbrio alcalino ácido ocorre no sistema fluído dos organismos vivos, o que abrange por volta de 70% do peso do nosso corpo: 55% dos fluídos estão presentes nas células, 5% no sangue e 10% são os fluídos que envolvem as células. O pH é representado numa escala de 0 a 14, onde de 0 a 6,99 representa pH ácido, 7 é neutro e acima de 7 até 14 é alcalino. O pH do sangue é 7,4, assim ele precisa ser mantido para preservar a nossa vida. Se o pH abaixa a 6,95, podemos entrar em coma e morrer, porque o coração relaxa e não pode bater. Se o pH sobe a 7,7, pode provocar mais espasmos, tetania, convulsões, etc. Investigação cientifica demonstra que a acidez é causa das doenças, quanto mais ácido o meio interno do organismo determinados microrganismo (vírus, bactérias, fungos, etc.) podem proliferar desencadeando doenças. Um ambiente ácido disponibiliza menos oxigénio (O) nos sistemas, porque o excesso de hidrogénio (H+) produzido pelo sistema ácido reage com oxigénio, diminuindo dessa forma a produção de energia adequada ao funcionamento do organismo, levando-o à degeneração.

A hiperacidez é proveniente de um estilo de vida desarmonioso, stress e uma alimentação composta com grande parte de alimentos que produzem acidez. A ingestão, na maioria, de alimentos alcalinos na dieta é um grande aliado para diminuirmos a acidez do nosso corpo e equilibrarmos os sistemas do organismo. 

Os alimentos alcalinos são aqueles que criam uma condição alcalina no corpo por possuírem uma alta concentração de Na (sódio), K (potássio), Ca (cálcio), Mg (magnésio) e Fe (ferro), enquanto os alimentos ricos em S (enxofre, P (fósforo), Cl (cloro) e I (iodo) são ácidos. No laboratório pode-se medir o grau de acidez ou alcalinidade do alimento.Uma alimentação composta com mais de 50% de alimentos ácidos podem ocasionar grandes riscos para a saúde, predispondo ao surgimento de doenças.

O ideal seria uma alimentação com mais de 80% alimentos alcalinos e 20% ácidos, dando condições ao corpo de garantir a manutenção do equilíbrio alcalino-ácido. Os ácidos vão se acumulando nos tecidos e articulações ao longo dos anos intoxicam o organismo, sobrecarregam os órgãos de eliminação e, desta forma, desencadeiam processos de doenças. Estes ácidos, muitos deles, veem da digestão do alimento inadequado ao organismo. Estes ácidos atravessam a parede do intestino que perdeu sua função seletiva devido à reações alérgicas alimentares, permitindo a passagem dessas substâncias tóxicas para a corrente circulatória. 

Todo o empenho dos sistemas orgânicos está voltado para manter o pH tampão (7,4 no sangue) e nesta compensação os ácidos que chegam ao sangue são imediatamente retirados e depositados nos tecidos.

Comentários

Excelente !! Não sabia que o  PH do sangue era responsável por doenças e que podemos controlar o PH com alimentação saudável. Obrigado. Passei a ler mais respeito e descobri que usar o Cloreto de Magnésio na água pode ajudar a equilibrar o PH. Alguém saberia me falar se é seguro, e qual a quantidade diária ? Alguém utiliza ou tem alguma experiência ? Abraços