Abóbora

Nome científico: 
Cucurbita pepo L.
Sinonímia científica: 
Cucurbita melopepo var. ozarkana (Deck.-Walt.) G.L. Nesom
Família: 
Cucurbitaceae
Partes usadas: 
Semente descascada, raiz, polpa do fruto maduro, folhas e flores.
Constituintes (princípios ativos, nutrientes, etc.): 
Fitosterina, globulina, fitina. Sementes: óleo fixo, proteínas )aleurona), resina (pepo-resina). Pola: água, proteínas, lipídeos, açúcares, pigmentos, sais minerais, vitaminas A, B, C, ácido oléico, cucurbitacina.
Propriedade terapêutica: 
Estomáquica, antiinflamatória, antitérmica, emoliente.
Indicação terapêutica: 
Queimaduras, erisipela, febre, inflamações do fígado, rins e baço. Feridas, corrimento vaginal, prostatite, diarréia, prisão de ventre.

Origem [2]

Abóbora (Cucurbita pepo) é nativa da América Central, especialmente do México, onde tem sido cultivada há milênios. Depois que os espanhóis descobriram a América, a abóbora foi trazida para a Europa e Ásia, onde foi recebida como um vegetal barato e nutritivo. 

Nome em outros idiomas

  • Inglês: pumpkinseeds
  • Francês: courge nue
  • Alemão: ölkürbis

 Dosagem indicada [1]

Uso interno

  • Diarréia. Cozinhar 100g de polpa em 1 litro de água. Quando houver redução do líquido à metade, passar a polpa em uma peneira e administrar durante todo o dia.
  • Prisão de ventre. Cortar em pedaços uma fatia grossa e a seguir extrair o suco, adoçcar e tomar em jejum.
  • Queimaduras, feridas, erisipela. Infuso das folhas. Cozinhar 100g de polpa em 1 litro de água.

 Referências

  1. MELLO, E.C. C.; XAVIER FILHO, L. Plantas Medicinais de Uso Popular no Estado de Sergipe. UNIT, Aracaju. 2000.
  2. Gernot Katzer´s Spice Pages: Oilseed Pumpkin (Cucurbita pepo L.) - Acesso em 5/4/2015
  3. Imagem: Rigotti, M. Plantas Medicinais: Botânica, Cultivo e Utilização. CD-ROM, 2a Ed. 2009.
  4. The Plant List: Cucurbita pepo L.- Acesso em 5/4/2015

GOOGLE IMAGES de Cucurbita pepo - Acesso em 5/4/2015

Galeria: